Blog

O prazer reprimido 

   
 Comer com a boca aberta sempre pareceu-me um vandalismo contra a civilidade, um pertencer à categoria dos cavalos. Desprezava e ainda condeno tal comportamento ante a mesa, mas primeiro fui averiguar o prazer proporcionado a quem se aventura nessas rudes terras do paladar.

Assim como quem degusta vinho, ao se airar a boca, consegue-se sentir com mais intensidade o sabor do líquido que Bacco consagrou. O mesmo ocorre com a comida. Ao se mastigar, todos os sabores do alimento se abrem ao paladar. Faça o teste. Você sentirá um novo conceito de degustação aflorar entre seus lábios. Continuo com os sabores reprimidos, no entanto descobri por conta própria o porque daqueles mastigares conturbantes. 

Admirador da cultura chinesa, tenho me esforçado para desmistificar e diminuir as distâncias entre esses dois países promissores perante o atual cenário econômico mundial: Brasil e China. Estudo mandarim desde 1997. Autodidata, acredito que não existam atalhos para o conhecimento. Não obstante, o exercício da aprendizagem, em si, e a perseverança encurtam caminhos, aumentam a concentração e tornam o percurso como o de um passeio matinal ensolarado. Além de atuar como tradutor-intérprete, sou consultor e intermedio negócios na área de importação-exportação.

2 comentários em “O prazer reprimido 

  1. Oh, man! That guy sure showed pleasure. I’m repressed! 😀

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: