Blog Entretenimento Music Pictures

Impressões de Yunnan – Espetáculo de Dança e Música Étnicas

O filme 千里走单骑 (Riding Alone For Thousands Of Miles), do consagrado diretor chinês Zhang Yimou, (Nenhum a Menos, Heroi, O Clã das Adagas Voadoras, Viver). Ainda que não seja uma de suas melhores obras, Riding Alone For Thousand of Miles leva-nos através de mil milhas de belas imagens da província de Yunnan, que possui o maior número de grupos étnicos do país. Localizada no sudoeste da China, é conhecida como o paraíso dos amantes da natureza, uma vez que oferece aos viajantes cenários pitorescos,  riqueza cultural e mistério, graças à sua multiforme população étnica e às tradições locais que continuam preservadas.

Em junho de 2006, o espetáculo 云南映象 (Impressões de Yunnan), produzido, dirigido e coreografado por Yang Liping – dançarina ganhadora de diversos prêmios e reconhecida em toda a China –, esteve em cartaz durantes três dias no Grande Teatro de Liaoning, em Shenyang. Tive o prazer estar presente em uma das apresentações. Minha memória ainda está repleta de encanto e profusões de lembranças e imagens e sons desse espetáculo ímpar, cuja performance conta-nos acerca do universo, da natureza, da cultura, da busca pelas origens da vida, do louvor à existência e por seu desejo de perpetuação.

Imagines_de_Yunnan

云南映象 (Impressões de Yunnan)

Pendurado no centro do palco, um gongo gigante brilha sob os refletores. De repente, um aborígene solta-se do gongo e cai no chão. Em seguida, toca o gongo, que ressoa estrondosamente. E tudo se imerge na escuridão até que um raio rompe o inebriante breu. Surge, então, o sol no horizonte. Como uma referência ao mito de Pangu, uma sombra ganha corpo dentro do alaranjado sol. Seria o crepúsculo da humaninade. Depois de fazer-se a luz, tambores passam a retumbar incessantemente, levando a todos a uma catarse hipnótica. O público aplaude com entusiasmo ao final do solo de tambores.

Imagens de Yunnan Yingxiang - GongoQuando o universo era uma massa informe, não havia o sol nem a lua. O universo era ocupado pela escuridão. Um tambor foi golpeado e a luz surgiu no Leste. Outro golpe escutou-se, e a luz surgiu no Oeste.

Letra d’ O Tambor Sagrado”, Povo de Niukong, Condado de Lunchun

Imagines_de_Yunnan 000Referência ao mito de Pangu

Essa grande performance étnica musical não tem uma narrativa linear. Mitos, lendas e situações da vida cotidiana da província de Yunnan, desfilam pelo palco, mesclando assim tradição e modernidade.

Um dos momentos mais deslumbrantes do espetáculo ocorre quando um grupo de garotas adolescentes senta-se à beira do palco, uma ao lado da outra, e entoam um canto em coro uníssono enquanto movimentam ludicamente as mãos, com presteza e sincronicidade incríveis.

Imagines_de_Yunnan 001 Dança lúdica das mãos

Tudo se transforma com a chegada do inverno. Os bailarinos fazem bailar flamejantes lençóis vermelhos, em meio à neve, em embates de corpos que descrevem a tentativa de sobrevivência às baixas temperaturas das regiões próximas ao Tibete. Um extenso tapete de corpos forra o chão, deixando rastros de sangue a macular a neve.

Imagines_de_Yunnan 002

A bailarina Yang Liping faz apenas duas participações no espetáculo, porém o suficiente para deixar indeléveis impressões na memória do expectador. A primeira é durante um solo intitulado Luz Lunar, no qual incorpora em sua plenitude telúrica o arquétipo da feminilidade ao fundir corpo e alma num indisolúvel e etéreo flamejar de movimentos: diante de fulgurante lua cheia, baila sinuosa e sensualmente. O que nos faz refletir sobre a natureza feminina, tão intangível, impalpável e surreal quanto a luz da lua.

Yang Liping retorna ao palco no final  para apresentar a coreografia do pavão, que segundo o povo Dai – uma das diversas etnias existentes em Yunnan – representa o amor. A aparição da ave seria a expressão do desejo de um mundo pacífico e puro. O translúcido vestido de Liping cintila sob os efeitos de luz, criando líricos movimentos que inundam o ar de majestosa beleza.

Imagines_de_Yunnan 003

Este slideshow necessita de JavaScript.


Mais fotos, aqui.

Mais informacões sobre o espetáculo:

www.yunnanyingxiang.com (em inglês e chinês)

 

Admirador da cultura chinesa, tenho me esforçado para desmistificar e diminuir as distâncias entre esses dois países promissores perante o atual cenário econômico mundial: Brasil e China. Estudo mandarim desde 1997. Autodidata, acredito que não existam atalhos para o conhecimento. Não obstante, o exercício da aprendizagem, em si, e a perseverança encurtam caminhos, aumentam a concentração e tornam o percurso como o de um passeio matinal ensolarado. Além de atuar como tradutor-intérprete, sou consultor e intermedio negócios na área de importação-exportação.

0 comentário em “Impressões de Yunnan – Espetáculo de Dança e Música Étnicas

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: