日记本

Presente

Recentemente, uma amiga chinesa, Susan Wong, presenteou-me com a cópia de um quadro de um de meus pintores favoritos, 陈逸飞 (Chen Yifei). O presente já está devidamente acomodado na sala de casa.

Falecido em 2005, aos 59 anos, Chen Yifei deixou uma obra extensa de pinturas e dois filmes. 理发师, The Music Box, cuja história de amor se passa no final da Segunda Guerra e início do períordo da Guerra Civil Chinesa, estava sendo rodado na ocasião e teve que ser concluído por Ng See-Yuen, diretor  de filmes de Hong Kong e amigo de Chen Yifei.

Conheci a Susan numa comunidade do Orkut, através de um post que publicou para procurar brasileiros com quem pudesse praticar português. Autodidata, ela surpreendeu-me com sua dedicação e determinação em aprender ao progredir rapidamente e, em apenas seis meses, já ser capaz de comunicar-se no idioma do mestre Camões. Portanto, meu objetivo até abril é imersão total na aprendizagem do mandarim. Vamos ver se consigo fazer bonito perante Li Bai.

Caged Thoughts
(Pensamentos Engaiolados),
meu quadro favorito de Chen Yifei

Beauties On Promenade
(Yangzhou Crafthand Museum),
outro de meus favoritos
(artesanalmente “costurapintado” com linha)

Admirador da cultura chinesa, tenho me esforçado para desmistificar e diminuir as distâncias entre esses dois países promissores perante o atual cenário econômico mundial: Brasil e China. Estudo mandarim desde 1997. Autodidata, acredito que não existam atalhos para o conhecimento. Não obstante, o exercício da aprendizagem, em si, e a perseverança encurtam caminhos, aumentam a concentração e tornam o percurso como o de um passeio matinal ensolarado. Além de atuar como tradutor-intérprete, sou consultor e intermedio negócios na área de importação-exportação.

0 comentário em “Presente

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: